Rádio Gospel Chamas Vivas

Free Shoutcast HostingRadio Stream Hosting

Cidade onde estão

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

AS REPETIÇÕES DOS SONHOS E VISÕE








As repetições afirmam a gravidade do aviso, elas afirmam a visão ou sonho. Quando um sonho é repetido várias vezes, é porque o acontecimento está próximo e é bastante grave. Quando estes sonhos ou visões forem algo ligado ao mal, com um ambiente tenebroso, pode significar opressão para quem não costumava ter visões ou sonhos e aviso de gravidade para os visionários. As repetições vazias ou de grandes emoções, podem ser manifestações de estágios graves de psicoses, traumas, seria um aviso da própria natureza viva de um mal em desenvolvimento interno.

Na Bíblia, encontramos um exemplo de repetição que foi o Sonho de Faraó e esta repetição segundo o Patriarca José, representava pressa que deveria ser levado em consideração por Faraó. A repetição na mesma noite, representa pressa que deve provocar ação apressada. A repetição diária, pode significar um chamado à interferência através da oração. Na maioria das vezes que há repetição, o sonho é verdadeiro e forte e está próximo o acontecimento por isso repetem-se várias vezes. No caso das visões, as mesmas podem estar ligadas à ação espiritual de uma entidade especialista naquela área ou demônio hereditário. Representa também, visitação espiritual, exemplo: uma pessoa que nunca viu nada, de repente ela passa a ver vultos, pessoas que passam entre uma porta e outra e não consegue compreender. Esta pessoa pode estar recebendo uma visitação do mal, alguém enviou ou ele mesmo atraiu, mas está presente em sua vida.





O POR QUE DOS ENIGMAS DOS SONHOS E VISÕES

Teólogo Joilson de Assis
http://enigmadossonhos.blogspot.com





Existem várias leis no mundo espiritual que visam manter a ordem e o equilíbrio. Estas leis foram criadas pelo todo poderoso e todos os seres deverão cumpri-las com pena de serem prejudicados gravemente ou destruídos antes da hora. Cada ser humano, tem a sua parte jurídica, deveres e direitos, e as leis sabem dividir muito bem estes. A lei é viva como um espírito e se auto protege; tudo no mundo espiritual é vivo “Pois minhas palavras são espíritos e vida e não voltarão para mim antes de fazer o que a apraz”. “Disse Jesus: as palavras do mestre tratam-se de leis e códigos para o ser que aceitá-la, portanto, é viva e agem com uma certa autonomia. As leis não são “diferentes elas são vivas”.

As leis do mundo espiritual, limitam o conhecimento entre os mundos, o conhecimento entre eles é codificado para cumprir estas leis que são obedecidas por Deus que as criou, pelos anjos e por anjos caídos. Apesar de o gatilho ter uma lei que o dispara, a lei do aviso; este aviso, obedece a outra lei, a dos códigos, que obedecem as limitações impostas ao mundos e as comunicações entre eles, exemplo: um acidente se aproxima e o gatilho dos avisos é disparado. O aviso vem mais enigmático e a pessoa não entende. Depois do mal acontecer, ela entende o sonho e diz: Por que Deus não me mostrou claramente? por causa destas leis que delimitam os conhecimentos.

A lei dos códigos e enigmas são aplicadas em todas as áreas que representam comunicação entre um mundo e outro exemplo: O mundo da carne e o mundo da consciência humana também traz códigos de avisos, gravidez, presença de algumas doenças, sintomas disto, daquilo,são códigos que os médicos tentam decifrar a todo instante. Mundo vegetal, mundo dos homens, animais, todos tem seus enigmas que são variadíssimos. Jesus citou um destes quando disse que os Judeus sabiam discernir os tempos e estações, mas não estavam sabendo discernir os tempos de sua visitação. O Mestre mesmo disse: quando vir a figueira florescer, é sinal que está chegando o verão. Mostrando que existem códigos e estes são importantes para o conhecimento dos homens. Todos sabem que a cor amarela ou laranja nos anfíbios, peixes e répteis representa perigo, veneno, criatura venenosa. Os demais animais sabem disto e respeitam o venenoso ser. Este é um código dos avisos respeitando a lei que é soberana na sua área, como o Deus que a criou é soberano sobre todas as coisas e sobre elas. VIVEMOS EM UM EMARANHADO DE LEIS REPLETAS DE CÓDIGOS.

O que é um feitiço? É um trabalho feito para cumprir algumas leis espirituais, para que espíritos caídos trabalhem para o feiticeiro. Ou você acha que estes seres do mal necessitam de farofa, galinha dá preferência preta, angu, velinhas etc.? Evidentemente que não! Estas oferendas servem para ligar o feiticeiro ao demônio, fazendo-o co-autor do mal que irá ser invocado, serve para que se cumpram algumas leis que impedem a comunicação entre um mundo e outro, abrindo alguma porta legal para a, ação da entidade em nome da pessoa, como uma mercenária. No final, o despacho ligará o macumbeiro à entidade e o fará o autor do mal que mandou o demônio realizar como mercenário. O despacho é uma espécie de sacrifício aos demônios, como Jesus foi crucificado, sacrificado a Deus, e fez a possibilidade de Deus agir entre os homens os salvando de seus próprios pecados. Os despachos, sacrifícios aos demônios, possibilitam os mesmos a interagirem na matéria para promoverem o mal. Quanto mais profundo o sacrifício mais leis são cumpridas e a ação pode aumentar. Um despacho pode invocar um Exú, um orixá, até o próprio Lúcifer, dependendo do modo e intensidade que for feito. Podem gerar também transmutações, alterações genéticas, deformações físicas imagináveis.

Se estas leis não existissem, os anjos caídos poderiam ensinar aos homens tudo que sabem misturados com o seu caráter deformado. Desta forma, nos parece haver uma espécie de acordo respeitando o livre arbítrio dos homens que poderá aceitar o bem ou o mal; podendo também ficar indiferente aos dois. Os códigos diferem em a propriedade e o estado de cada um que permanecerá no estágio que quiser que optar. É a chave das portas entre os mundos, entre os conhecimentos. Tudo se tornaria uma tremenda bagunça se não houvesse limitações entre os mundos, os seres como existem na matéria entre natureza e naturezas. Pedras, barros, areias, argilas até na intensidade de uma madeira e outra madeira. A ordem da matéria se encontra na intensidade das mesmas que se interagem; tudo é lei manifesta e seus códigos as protegem. OS CÓDIGOS SÃO OS GUARDIÕES DAS LEIS não porque as mesmas necessitem de guardião pela fraqueza, mas até como manutenção da ordem. Antes de chegarmos aos tronos das leis, encontraremos um ser enigmático de difícil interpretação, que nos deixará passar se respondermos os seus enigmas, charadas etc. Talvez seja uma lei protegendo a outra.


Desta forma, a boa vontade de Deus em avisar e ajudar às vezes, vem em forma de códigos como Jesus no caminho de Emaús, onde os mesmos não o conheceram até que deu graças pela comida e desapareceu. “Não ardia os nossos corações quando ele falava conosco” disseram os discípulos. Veja que a caminhada com os discípulos no caminho de Emaús, foi completamente ENIGMÁTICA como é a fé e a vida cristã hoje. “Pois vemos Deus como por um espelho manchado, mas chegará o dia que o veremos como, dele somos conhecidos; disse o apóstolo Paulo: o que escreveu a maioria dos livros do Novo Testamento. Vemos Deus como viam um espelho manchado, enigmático onde não o compreendemos em sua grandeza e totalidade. A fé é enigmática como diz os católicos: “Eis os mistério da fé...” Realmente, a fé em Deus traz consigo inúmeros mistérios, códigos que passamos a vida tentando decifrar, entender, para isto basta um livro da Bíblia, o Apocalipse, onde os estudiosos do mundo inteiro tentam decifrar seus códigos que são menores que os de Daniel, Ezequiel, pois não é um livro selado. “Sábios” e supostos conhecedores, já pisaram várias vezes na “bola”, tentando dizer o rumo de tantas profecias e códigos. Estes supostos sábios, têm gerado muitas confusões pelo mundo afora, pois pensando que tinham decifrado as charadas e enigmas, se jogam as conclusões como de um prédio sem pára-quedas e se esmagam no chão.


Temos que respeitar as leis do todo poderoso e os códigos que estas produzem. Todos nos podemos cometer erros mediante Enigmas variadíssimos. Pois quem nunca tropeçou na estrada dos enigmas.


Jesus levou consigo o cativeiro, as correntes que nos prendiam, e deu dons aos homens. Entre estes dons, existe o dom de discernimento, que é uma capacidade divina de entender destes códigos, dos espíritos, intenções, situações. Estes dons cumprem diversas leis que dão ao portador, uma capacidade acima do normal de entender coisas e fatos. Esta capacidade divina pode aliar-se a outros dons se fortalecendo mais e mais dando ao abençoado por esta dádiva, um grande poder de entendimento muito além do normal. As manifestações deste dom é rara e os conselhos de pessoas distantes do mesmo acerca do virtual, poderão representar perigo. Desta forma o discernimento de sonhos e visões devem vim acompanhados da experiência e da calma para não cometermos erros comprometedores.


O estado da alma pode manifestar fenômenos virtuais que perturbem o visionário. Nem tudo que se sonha ou se vê é de Deus, vem de Deus, pode ser manifestação enigmática que represente um estado de sentimento profundo. Existem as visões falsas, que não significam nada e todos loucamente tentaram decifrar a mesma, nada representa. Exemplo: em uma Igreja Pentecostal, eu orava ardentemente em busca do poder de Deus e de seus dons em minha vida. Naquela noite foi tão especial que recebi alguns dons de Deus através do grande fervor das orações. Era uma cidade vizinha, a Campina Grande, onde aos 16 anos fazia um intercâmbio com outro amigo que igualmente dirigia igreja. Na cidade, resolvemos ir a esta renomada igreja aonde o pastor era o nosso amigo, receptivo, ele sempre nos recebia com muita alegria. Passávamos horas em orações e palavras de fortalecimento. Tive oportunidade como dirigente de igreja visitante, de pregar animadamente durante trinta minutos, foi uma benção. Depois da meia noite, chegou uma caravana de Campina com irmãos recém chegados do Rio de Janeiro. Ficamos contentes com a comunhão. O irmão do Rio, depois de sua esposa e filhas cantarem, começou a pregar, e como pentecostais, faziam muito barulho com as vibrações de suas palavras animadoras.
Como pregador jovem, algo de status, na época, as moças me olhavam constantemente e conversavam entre si, que coisa boa, talvez Deus me desse uma namorada ali. Como jovem de Deus me sentia na paz em estar em sua casa, representar um ministério seu e ainda ser cortejado por jovens tão bonitas e igualmente de Deus. Mas aquele pregador do Rio de Janeiro usando, o status de ser de uma cidade grande, começou a se exceder em sua palestra. Teve várias visões que o auditório acreditava cegamente, e uma delas o mesmo se voltou para mim e disse: “Vi um cigarro em sua mão! Você quer me dizer alguma coisa? respondi que não, pois nunca fumei, era naturista antes da conversão, nem comia carne nem bebia até um simples café. “Não minta contra Deus, pois dos olhos dele ninguém se esconde!” O Auditório olhava para mim com olhar de reprovação e aquelas jovens não mais sorriam para mim. “Vou dar um tempo para você se revelar, vou cantar uns hinos e espero que você confesse”. Meu primo não agüentou a pressão e foi embora, mas determinado não fui, pois não tinha nada a perder nem a dever. O sermão de quase duas horas que fez foi todo em cima de mim e do assunto do pecado terrível que alguns cometem. Insistiu novamente no que ele acreditava ser de Deus, mas firme e com a verdade dizia que não fumava e nunca fumei e se alguém fosse me tentar usando o cigarro estaria perdendo o seu tempo. Frustrado aquele homem descarrega a sua ira em forma, de Justiça e palavras de moral. Ao terminar o dia amanhece e todos vão embora sem falar comigo nem dá a paz do Senhor, o costume existente entre os evangélicos pentecostais, inclusive aquelas lindas meninas que a tanto olhavam nem mesmo quiseram se aproximar de mim.

Terminando o culto procurei aquele pregador que dizia veementemente que Deus não mente. Ele queria que eu admitisse o vício a força, era um tolo incoerente que me expôs ao ridículo através de uma imagem mentirosa em sua mente. Fico com medo deste tipo de gente que querem ser o máximo sem antes passarem pelo mínimo. Casos como estes são comuns e provocam desastres. Casamentos, viagens, troca de profissão, vendas ou compras de imóveis podem ser temas de equivocadas pessoas através de visões sem fundo verdadeiro, algo imaginário que surgem como poeira emocional dentro de suas mentes. Existem inúmeros caminhos errados que poderão ser tomados: Ligar a pessoa errada a visão certa, ou ter visões imaginárias e jogar sobre pessoas que não tem nada com a situação ou ter visões e sonhos certos e interpretá-los erradamente. Por muito pensar, sonha o homem, e por muito sentir, o imaginário humano aparece. Através da humildade temos o equilíbrio em Deus e nele podemos chegar ao dom de discernimento do fatos e situações, que Deus nos livre do erro e nos leve ao acerto. Tentar decifrar VISÕES LOUCAS tornará alguns igualmente loucos. Coisas bobas sem pé nem cabeça. O pior disto tudo é a aparência deste mal que é idêntica aos dons verdadeiros, dons reveladores, não podem livrar a muitos de males terríveis.

No caso da ausência de pessoas com o dom de discernimento, as visões e sonhos deverão ser expostos a muitas pessoas para ver destas, o veredito e depois se chegar a uma conclusão. Estes deverão ser de confiança e boa vontade para não alterarem o sentido.

As interpretações dos sonhos são muito importantes, pois podem salvar ou matar. Veja este exemplo: uma velhinha sonha com homens maus vindo ao seu barraco onde moravam quase dez pessoas nordestinas em uma favela do Rio entre a década de 70 e 80, homens matavam a todos em suas visões noturnas. Assombrada com o sonho que teve, avisou a todos, mas ninguém acreditou. Assustada foi dormir na casa de um vizinho enquanto os familiares dela se armaram com facões e foice a moda nordestina. Na alta madrugada, aqueles homens dos sonhos realmente apareceram no barraco. Vieram marginais com bronca do antigo dono e mata a todos em meio às foiçadas e rajadas de metralhadoras todos perecem; só escapou a velhinha de toda família imigrante. Veja a importância dos sonhos e dos bons discernimentos. Não foi por causa dos códigos do sonho de faraó que José reinou mas por causa de bons discernimentos podemos reinar também.


Autor:Teólogo Joilson de Assis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Favor deixe seus comentarios que respoderei a todos

Sejam bem vindos

É um prazer compartilhar desse trabalho sobre sonhos , que possamos,está aprendendo um com o outro,fique a vontade.
Deus te abençoe

Se precisar de Conselhos e uma Oração
Ligue para 73-91141950 operadora Tim ou para 73-81291926

Pr: Fábio Silva

Se Desejar cooperar com está obra
deposite nesta conta

Ajude a Igreja Chamas Vivas Sobre o Altar,crescer
Contribua com a sua oferta.

Banco Bradesco

Agencia 3066 Conta 171 Digito 6

Igreja chamas Vivas Sobre o Altar.

Que Deus recompense a vida de todos que ajudarem a obra com amor.

visitem o site do busca pé lá você vai encontra tudo o que está procurando

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina

Parceria

O que Você acha do blog de Fábio?

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

interprete de sonho

parceiro

Obrigado pela Visita

vendas

http://www.datahosting.com.br/afiliados/ok.php?id=4553

Obrigado pela visita


Revenda de Hospedagem

Google Mapa






Pesquisar este blog

Postagens populares